Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione Esc para cancelar.
Arquitetos da prefeitura de Barcelona escutam as crianças para elaborar novo projeto em escola da rede pública
24 de abril de 2019

Na escola municipal Escuela Alexandra Gali, na cidade de Barcelona, Espanha, crianças, professores e pais se juntaram aos arquitetos da prefeitura para elaborar um novo projeto para escola. Os primeiros consultados foram os alunos que junto a seus profess

 

Na escola primaria municipal Escuela Alexandra Gali, da cidade de Barcelona, Espanha, região da Cataluña, crianças, professores e pais se juntaram aos arquitetos da prefeitura para elaborar um novo projeto para escola. Os primeiros consultados foram os alunos que junto a seus professores elaboraram projetos onde puderam colocar aquilo que gostariam de ver na escola.

O projeto das crianças foi mediado pelos pais e professores que em diálogo com os arquitetos elaboraram o projeto da nova área concedida pela prefeitura, incluindo também aquilo que achavam necessário.

professores de outras escolas em visita para conhecer a iniciativa da comunidade

Anteriormente a escola possuía apenas a quadra de esportes e uma área com uma pista de skate como espaço aberto, além de um enorme edifício com as salas de aula. As aulas eram sempre dentro do prédio. Com o novo projeto elaborado em conjunto entre prefeitura e comunidade, a escola ganhou uma área grande na qual iniciaram uma boa horta, uma composteira, um diversificado pomar, uma área para jogos e outra área com mesas para lanchar e confraternizar, apenas a piscina solicitada pelas crianças não foi aceita no projeto, em troca foi construída uma pequena fonte movida por energia solar que serve também para os estudos de biologia.  Os professores argumentaram que a piscina não era tão necessária uma vez que a escola fica de frente para praia. Sinalizando, quem sabe, que com o tempo poderão romper com os limites físicos do espaço escolar.

o novo pomar plantado em conjunto com as crianças

 

Os professores comentam também quão valioso foi para comunidade este novo projeto, uma vez que agora as crianças podem trabalhar na prática questões que antes viam apenas na teoria em sala de aula. Em cada canto do novo espaço as crianças naturalmente entram em questões vinculadas as disciplinas curriculares, matemáticas, geográficas, biologia… Em pouco tempo os professores puderam observar também a diferença de comportamento das crianças. Segundo eles, desde que ganharam a possibilidade de estudar fora de sala, estão mais tranquilos e dispostos. Ainda assim trabalham sempre de forma seriada.

foto da nova horta

Contam os professores que este projeto só foi possível  devido a grande mobilização da comunidade. Espera-se que outras iniciativas como esta floresçam, uma vez que Ada Colau, a nova prefeita da cidade, de apenas 41 anos, traz bastante esperança para população que acaba de superar uma grave crise, com aumento do desemprego e ampliação de desigualdades sociais. Feminista convicta, criada em bairro de classe média baixa, líder da organização de defesa dos despejados pela hipoteca e militante de direitos humanos, Ada Colau promete democratizar as instituições e aproximar o governo dos cidadãos.  Seu programa de governo foi elaborado com ampla participação dos representantes dos movimentos sociais, tais como o movimento de luta por moradia, imigrantes, LGBTs e feministas.

foto da composteira para separação dos alimentos orgânicos

foto da fonte movida por energia solar

 

A Escuela Alexandra Gali nos serve como exemplo do que é possível fazer com a comunidade trabalhando em parceria com o poder público.

 

 

Na escola primaria municipal Escuela Alexandra Gali, da cidade de Barcelona, Espanha, região da Cataluña, crianças, professores e pais se juntaram aos arquitetos da prefeitura para elaborar um novo projeto para escola. Os primeiros consultados foram os alunos que junto a seus professores elaboraram projetos onde puderam colocar aquilo que gostariam de ver na escola.

O projeto das crianças foi mediado pelos pais e professores que em diálogo com os arquitetos elaboraram o projeto da nova área concedida pela prefeitura, incluindo também aquilo que achavam necessário.

professores de outras escolas em visita para conhecer a iniciativa da comunidade

Anteriormente a escola possuía apenas a quadra de esportes e uma área com uma pista de skate como espaço aberto, além de um enorme edifício com as salas de aula. As aulas eram sempre dentro do prédio. Com o novo projeto elaborado em conjunto entre prefeitura e comunidade, a escola ganhou uma área grande na qual iniciaram uma boa horta, uma composteira, um diversificado pomar, uma área para jogos e outra área com mesas para lanchar e confraternizar, apenas a piscina solicitada pelas crianças não foi aceita no projeto, em troca foi construída uma pequena fonte movida por energia solar que serve também para os estudos de biologia.  Os professores argumentaram que a piscina não era tão necessária uma vez que a escola fica de frente para praia. Sinalizando, quem sabe, que com o tempo poderão romper com os limites físicos do espaço escolar.

o novo pomar plantado em conjunto com as crianças

 

Os professores comentam também quão valioso foi para comunidade este novo projeto, uma vez que agora as crianças podem trabalhar na prática questões que antes viam apenas na teoria em sala de aula. Em cada canto do novo espaço as crianças naturalmente entram em questões vinculadas as disciplinas curriculares, matemáticas, geográficas, biologia… Em pouco tempo os professores puderam observar também a diferença de comportamento das crianças. Segundo eles, desde que ganharam a possibilidade de estudar fora de sala, estão mais tranquilos e dispostos. Ainda assim trabalham sempre de forma seriada.

foto da nova horta

Contam os professores que este projeto só foi possível  devido a grande mobilização da comunidade. Espera-se que outras iniciativas como esta floresçam, uma vez que Ada Colau, a nova prefeita da cidade, de apenas 41 anos, traz bastante esperança para população que acaba de superar uma grave crise, com aumento do desemprego e ampliação de desigualdades sociais. Feminista convicta, criada em bairro de classe média baixa, líder da organização de defesa dos despejados pela hipoteca e militante de direitos humanos, Ada Colau promete democratizar as instituições e aproximar o governo dos cidadãos.  Seu programa de governo foi elaborado com ampla participação dos representantes dos movimentos sociais, tais como o movimento de luta por moradia, imigrantes, LGBTs e feministas.

foto da composteira para separação dos alimentos orgânicos

foto da fonte movida por energia solar

 

A Escuela Alexandra Gali nos serve como exemplo do que é possível fazer com a comunidade trabalhando em parceria com o poder público.

 

Artigos Relacionados

Aislan Munin
Pai da Liz. Membro cooperado do Portal da Educadora, Estudou Ciências Sociais na PUCSP e FESPSP, autodidata em Sistemas Web, uniu as duas áreas trabalhando como sócio-educador lecionando Introdução a Informática.