Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione Esc para cancelar.
HIBERNAÇÃO
23 de abril de 2019

HIMBERNAÇÃO[1]

 

 

Educação em que tanto acredito,

Por teu motivo agoniza m´alma,

Ao querer-te vê-la sem mito,

Plena, amável e sem oxalma[2].

 

Movimento da alegria de vultos,

Por ti entristeço, lamento e choro.

Ao saber que por sentença de adultos

Tens nuvem de um período sonoro.

 

Amabilidade, que lutei em ação,

Embernarei. Aos outros, reflexão…

Furto-me da luta, mas da guerra não,

 

Enquanto prateiam meus cabelos sãos,

Espero brilhar o sol em determinação,

Assim colherei flores, em coordenação.

 

 

Hibernação, soneto de Jozimar Venção, do dia 06/02/2016 – No ano de 2016, a Ed. Física de Monsenhor Gil, no inicio do ano era para escrever um novo capitulo de sua historia, como preconiza a LDB e o PPP das escolas da rede municipal. Apesar da luta de minha parte, a gestão  encontrou todas as desculpas para a impossibilidade, menos a de achar, ou tentar achar, uma solução para implementa-la. Estou com uma angustia terrível, onde me fechei para este descompasso. Não quero ferir ninguém com palavras que possam machucar. Sinto, somente, que “perdi a batalhas, mas não perdi a guerra…”. Para aliviar a dor, a decepção e a angustia, somente uma poesia neste momento pode ter este efeito. Obrigado senhor por me fazer pensar assim.  

 

 



[1] [JOZIMAR DE SUSA VENÇÃO ]

[2] Mesmo que salmoura.

 

Hibernação, soneto de Jozimar Venção, do dia 06/02/2016 – No ano de 2016, a Ed. Física de Monsenhor Gil, no inicio do ano era para escrever um novo capitulo de sua historia, como preconiza a LDB e o PPP das escolas da rede municipal. Apesar da luta de min

Artigos Relacionados

Aislan Munin
Pai da Liz. Membro cooperado do Portal da Educadora, Estudou Ciências Sociais na PUCSP e FESPSP, autodidata em Sistemas Web, uniu as duas áreas trabalhando como sócio-educador lecionando Introdução a Informática.