Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione Esc para cancelar.
MANIFESTO EM DEFESA DA UNIVERSIDADE PÚBLICA
12 de dezembro de 2018

A Universidade de São Paulo foi fortemente estimulada a criar um manifesto em defesa das universidades públicas devido as ameaças de grupos políticos antidemocráticos.

Os professores, estudantes e funcionários atenderam com entusiasmo ao chamado do filósofo Vladimir Safatle para o debate, ato que deu ensejo a diversos comitês de ação.

Nós do Comitê em Defesa da Universidade Pública, por meio do DIVERSITAS (Núcleo de Estudos da Diversidades, Intolerâncias e Conflitos), esperamos o apoio de todos que partilhem das premissas de nosso Manifesto.

Ø Se você gostaria de assinar como docente, ou membro de alguma instituição política, social ou educacional manifeste-se em nosso e-mail:

defesadauniversidadepublica@gmail.com

Ø Este é o link para nossa petição on-line, voltada para o compartilhamento nas redes:

https://secure.avaaz.org/po/community_petitions/Manifesto_Em_Defesa_da_Universidade_Publica/?aBsHeeb

MANIFESTO EM DEFESA DA UNIVERSIDADE PÚBLICA

Defender a universidade é defender os valores intrínsecos a esta instituição, ou seja, a democracia, a autonomia intelectual, a livre expressão de pensamento, a pluralidade de ideias, o desenvolvimento humano e a busca pela preservação da vida e do meio ambiente. À universidade cabe a nobre tarefa de se dedicar a desvendar todas as possibilidades que o conhecimento oferece à vida humana.

Defender o caráter público – e, portanto, gratuito, acessível e diverso – das universidades brasileiras é defender que o conhecimento seja produzido e apropriado por camadas cada vez mais amplas da população. A recente abertura da universidade pública – através de mecanismos de inclusão – a negros, pardos, indígenas e pessoas de baixa renda propiciou que a universidade avançasse em seu caráter público. A democratização do acesso ao ensino superior é uma conquista social e histórica inestimável para o Brasil.

Defender a universidade pública também é compreendê-la enquanto parte integrante da sociedade que a mantém, com recursos materiais e humanos. Em contrapartida, as universidades oferecem à população museus, hospitais, creches, escolas, teatros e outras estruturas de excelente qualidade, além da produção e disseminação de um rico patrimônio cultural e científico.

Por tudo isso, nós abaixo assinados nos posicionamos em favor de uma universidade autônoma, laica, pública, gratuita e de qualidade. Somos contra quaisquer projetos que representem restrições ao acesso, à gratuidade e à liberdade de pensamento. Convidamos toda a população preocupada com os rumos da educação de nosso país a se manifestar em defesa das universidades públicas, visando preservar seu caráter público e seu elevado e internacionalmente reconhecido padrão científico e cultural.

Comitê em Defesa da Universidade Pública – USP.

Artigos Relacionados

Aislan Munin
Pai da Liz. Membro cooperado do Portal da Educadora, Estudou Ciências Sociais na PUCSP e FESPSP, autodidata em Sistemas Web, uniu as duas áreas trabalhando como sócio-educador lecionando Introdução a Informática.