Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione Esc para cancelar.
Seminário em São Paulo aborda formas de prevenção em saúde mental e transtornos alimentares
23 de abril de 2019

Por que falar de prevenção em transtornos alimentares?

O culto ao corpo perfeito há muito assumiu papel predominante na cena contemporânea. Passou a ser tema da moda e preocupação constante de todo nós. Isso pode ser facilmente identificado em qualquer propaganda de TV, revista e jornal.

 

A preocupação excessiva com o corpo, motivada;

 

1 – pelo mundo da moda,que apresenta uma estética única e não leva em conta a diversidade;

 

2 – pelas conversas familiares, onde frequentemente a beleza é colocada como um dever moral (e seu fracasso colocado como uma incapacidade individual);

 

3- pelo acesso amplo e irrestrito ao mundo virtual e suas particularidades, como por exemplo a existência de um grande número de blogueirasfitness que ganham cada dia mais seguidores), têm levado nossas crianças e jovens a lidarem com seus corpos e com suas identidades corporais de formas pouco saudáveis, utilizando, muitas vezes,comportamentos alimentares abusivos e danosos.

 

A prática cllinica da Ceppan** tem demonstrado umaumento na prevalência da insatisfação com a imagem corporal em crianças e adolescentes. É comum escutarmos em nossos consultórios e nas escolas que os jovens, independentemente de sua altura e peso, desejam sempre estar mais magrose “sarados”.  

 

Não por acaso, os transtornos alimentares – anorexia e bulimia – e a obesidade, têm aumentado muito, assumindo grandes proporcões.

 

Por isso um trabalho de prevenção junto aos grupos de risco mostra-se absolutamente relevante atualmente. A Ceppan já realiza trabalhos nesse sentido, por meio de palestras para pais, professores e profissionais da saúde, bem como ações pontuais em escolas, clubes, academias e agências de modelos. E pretende, através de um trabalho criativo, construir um espaço de reflexão e crítica.

 

Com esse propósito, será realizado um evento sobre a prevenção, no dia 28/11, das 9:00 às 13:00 horas**, com profissionais de diferentes áreas da saúde: psicanalistas, médicos e nutricionistas. Afinal, o problema dos transtornos alimentares é de responsabilidade de todos.

 


 

Equipe Ceppan 

Por que falar de prevenção em transtornos alimentares?

Artigos Relacionados

Aislan Munin
Pai da Liz. Membro cooperado do Portal da Educadora, Estudou Ciências Sociais na PUCSP e FESPSP, autodidata em Sistemas Web, uniu as duas áreas trabalhando como sócio-educador lecionando Introdução a Informática.